23/09/2010



Tuas palavras não me são mais tangíveis
Não sou mais digno de tua aura
Cometidos todos os erros possíveis
Algo que talvez não mais se restaura

Toda a minha vivência não me foi útil
Criando uma absoluta e falsa verdade
Imaginação de uma mente simplesmente fútil
Buscando verdadeiramente uma singela amizade

Minha vida não faz sentido nessa mentira
Meu corpo exala toda a raiva e a ira
De tentar e tentar, e ver que ainda não
De não conseguir completar uma simples missão

Todo o significado de sorrir se perdeu
Pois não posso mais seguir um único passo seu
Trazer-te a felicidade tão fácil parecia ser
Não pensei que para isso, eu precisaria morrer

Lucas Ribeiro Arantes
23/09/2010

0 comentários: