02/07/2010




Quero um amor para toda a vida
Que me mostre que há uma saída
Para um lugar onde haja amor
Uma refeição com um novo sabor

Uma viagem para outro planeta
Onde não tem tempo, nem ampulheta
Quando se perde toda a noção
A louca loucura que é a paixão

Intensamente viver o que pouco dura
Sem preconceito, nojo ou frescura
Baby, é tudo paraíso, é tudo certo
Esse caminho diferente eu lhe oferto

O caminho até a loucura vitalícia
Onde é aceitável qualquer malícia
Só não espere de lá um dia voltar
Porque agora você aprendeu a amar

Lucas Ribeiro Arantes
02/07/2010

1 comentários:

  1. lari disse...:

    Que lindo o poema Lucas,muito fofo ^^