09/05/2010




Novamente era dia de lua cheia
Olhando para ela, você me veio em mente
Podia sentir você em minha veia
E sabia que o sentimento era existente

Naquela noite desejei estar ao seu lado
Queria poder te tocar, te dar um abraço apertado
Mas os fatos que nos cercavam me impediam
Talvez fosse os anjos que sempre nos anunciam

Mau presságio que nos levou à destruição
O fim estava próximo, podíamos sentir ele chegando
O que era dúvida se tornou afirmação
Fim da linha, não vou ficar me enganando

De uma forma tão incomum, ainda busco teu cheiro
Assim como um cavalo busca seu cavaleiro
No fundo da minha alma ainda desejo você
Não entendo muito bem, mas quero saber o porquê

Lucas Ribeiro Arantes
09/05/2010

0 comentários: